Olá!!!!!

Você está entrando num mundo de sensações poéticas, lembre-se, tudo o que você possa vir a sentir será de sua inteira responsabilidade.

PHOENIX

PHOENIX

domingo, 4 de abril de 2010

Voce veio!

voce veio assim, sem querer
veio, sem ter medo, sem prever
um futuro incerto, um não ficar perto

voce trouxe seu olhar pra mim
como um presente, que se dá
sem querer saber quem vai gostar
Simplesmente, se fez presentear

E no teu sorriso, eu sinto
Uma segurança, um acalanto
Um calor doce, um carinho
Um acorde suave, um canto

Voce veio, sem medo
Sem sentir o menor receio
De não receber o mesmo olhar
Mas veio sem medo de falar

Veio mudar o curso das coisas
Esquecer de uma vida pouca
Saber que há cores de matiz
Suavemente sutis e febris

Voce veio, displiscentemente
Voce veio, quase indescente
Trazendo um sorriso maroto
mas seguro como cais de porto.

Um comentário:

Luciel Ribeiro disse...

Eu não poderia de deixar o meu elogio. Fico imaginando o que a inspirou escrever este poema. Muito bom.